tempos

by panço

supported by
/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
02:55
2.
01:52
3.
4.
03:06
5.
03:09
6.
02:01
7.
00:58
8.
02:35
9.
10.
00:46
11.
03:08
12.
01:52

credits

released June 27, 2014

tags

license

all rights reserved

about

panço Rio, Brazil

contact / help

Contact panço

Streaming and
Download help

Track Name: blood secret
Blood Secret (letra: Karina Utomo)

You've got a bloody secret
Kept their worries at bay
Did it for the masses
Did it for you babe

Turn your back and look down
Fall into your grave

No one will learn
Not without truth in history

No, no one, no
Track Name: sincerely
Sincerely (letra: Emmily Barreto)

The lights are off, I can't see a thing from here
Regret is not a thing that I usually feel, but that's me
Oh, you didn't listen to any single word I said
And baby, now I regret, I regret I even woke up

You can't blame me for doing the things I've told you I'd do
Our lives are not one, I think you've noticed
Don't push me down, I know what I want, It's not you
So wash your mouth and stay out of trouble

See how ugly it is to reveal the real you?
See how ugly it is to speak the truth, the real you?

Yeah, Yeah.. Just pick your direction
Yeah, Yeah.. I'm proud of myself
Track Name: vê algo, fala algo
Vê algo - Fala algo (letra: Haroldo Paranhos - Magüerbes)

se teu preço é um vicio,
se tivesse um motivo…
se o tormento que traz
te toma tanto tempo e acorda
pra meus versos
e se ao meu ver tudo isso me fez
e com isso sim,
se eu peço pro bem
porque esse é o fim
eu tento mais
eu sei quem cobra
e peco às vezes
sem pensar, sei
meu deus quem mais?
se o mesmo tempo que te traz
dizem que fica pra traz
e vejo. se eu perguntei porque sei
eu queimo tempo que tenho
te pego como um filho
e amo sempre
mesmo que incomoda,
se tô devendo
como? sei, vai ser foda
e te digo que me preparei
se eu faço
tudo pra te entender
se eu fiz quem faz mais?
se eu fiz com o que sobra…
mesmo sofrendo
não te incomoda
você sabe mais que eu também quiz
e todos sabem
nao há mal em ser feliz
eu tô bem vivo
e me declarei
se eu também danço e caço
e quando ou quanto eu viverei?
te digo mesmo em paz
sendo assim
meu deus dá mais
te agradeço sempre que possível
se eu pego fácil com uma fonte precisa
pois sei quem dá mais
eu sei quem te cobra
mesmo que atento
nunca me conta
mesmo que teme, eu cansei
se em teu universo eu descansei
eu sei que é assim
entre o vento que sopra mais
e o sedento que sangra e faz
Track Name: desorgulho
Desorgulho (letra: Lucas Wirz)

Se atropelando
Pulando, pisando por cima da própria cabeça
Se transformando num quadrado sem lado
Torto triângulo redondo
Girando em círculos
Capotando em cinco respirando a mesma história riscada
dia a dia sucumbindo
se afundando num poço raso fundo
e desde então
sobrando, escorrendo
correndo, procurando
encontrar razão sem vazão pra tanto tiro de pólvora já morta
que jaz um pensamento viciado de tanto dar corda
e sentir a mola estourar
e o tempo escraquelar do fundo de um vulcão
derrentendo, dizimando, transformando em fumaça, fuligem
toda dureza em liquideza
Olho torturado, sai
Deixando o tiro pra depois
Nããããão!!

Destruição renascimento
uma parede sendo erguida dos escombros de um alicerce antigo
fadado a ser não mais que um fardo a moradia, a uma casa de portas abertas
que convidam o mergulho orgulhado a se retirar
reiterando, trazendo de volta, convidando
um sem fim de novas possibilidades
Track Name: a busca
A busca (letra: Ive Seixas)

Quando me viu pela última vez,
costumava fugir, costumava esconder
Confortável, negligenciando sonhos, difundindo abandonos, consentindo com esses planos
estranhos, conspiratórios e inconscientemente desequilibrando

Quase sumir, quase desaparecer, sabotar a si
mesmo, anular, como se por merecer, não se permitir crescer

Quando as nuvens se afastam e o azul reage,
tudo muda na cidade, tudo muda nessa idade,
tudo muda...

Daqui pra frente, contemplando o horizonte,
buscando o que está adiante, mesmo que esteja distante
Sem hesitar, vou de encontro ao indefinido
Agora que estou mais forte, vou sentindo a boa sorte
chegando, se espalhando e acalmando a tempestade

Quando me vir pela próxima vez, não vai nem acreditar...
Track Name: josué
Josué (letra: Larry Antha)

Escovo os dentes três vezes ao dia
Mas você não quer me beijar
Escrevo livros, não vivo, não durmo
Sem você, não sei respirar
Eu ajustei minha hipocondria
Nas cervejas que deixei de comprar
Vejo suas fotos: tristeza, alegria
É tudo que eu não posso tocar
Será? Que tudo vai ficar como está!
Será? Que tudo vai recomeçar!
Agora você vem me dizer
Que não quer me ver
Que não quer meu jantar
Agora você vem me dizer
Que tem medo de mim
Ora vá se danar
Agora você vem me dizer
Que tem medo de mim
Ora vem me beijar
Agora você vem me dizer
Pra eu ficar calmo, pra eu relaxar
Track Name: broken heart
Broken Heart (letra: Karina Utomo)

I've got a broken heart
My bones aching from my guts
Tell me tell me tell me tell me tell me tell me tell me
What is right?

Cut/Refine it into dust
Haze/So true/Refine it into dust
Haze/So true/Refine it into dust

Haze/So true/I've got a broken heart
Track Name: willpower
Willpower (letra: Gabriel Zander)

We're facing troubles once again, and you know
These scars are storytellers as you may have wondered
How many times we had to be here at this point of no return
It's up to you to fall or lift

And we know, I would say
We're fighting a battle
With no guns
With no shells
We're just believers
Every time you're left behind
I know you'll climb another time

Everyone should find their way
It's not fair to blame and never was

To deal
To breathe
To stop complaining and to do

To deal
To breathe
To stop complaining and to start
Track Name: pode crer que a gente é bem sertanejão
Pode crê que a gente é bem sertanejão (letra: Quique Brown)

O papel estava no cavalo
E eu entrei em Paraisópolis no Burro Preto
Apeei só de meia no banheiro (municipal/público)
Depois de um almoço com o Pedro Bento
E três dias na terra com o Zé da Estrada

Podre crê que a gente é bem sertanejão
Pode crê que a gente é
Track Name: far right
Far Right (letra: Karina Utomo)

Feel my right hand
Slap your ideas back into
Feel my right foot
Kick your head into the ground

This is it!
This is it!

Here is a knife
Here is a gun
Power to you son
Nowhere to run

This is how we get our answers
This is how we get it done
(March with your right foot into the ground)
This is how we get it done
Track Name: uma vez mais
Uma vez mais (letra: Cesar Mauricio)

Sinais e ruas
carros nas ruas
todos nós por ai
homens e mulheres
esquinas e flores. Você.
Nossos desprezo e pares
Tantas danças para que?
vitrines sorrisos animais
nós e a rua, você...
uma vez mais nós dois nessas curvas
os sinais e as flores, Voce
Não entendo os sinais
carne osso e mais
alguém que no banco
de trás sussurra
a vida que arde ao sol
sem flores mil sinais
avenida que se alarga e entope o ar de gás!
Pobre ruas e nós homens e as mulheres
vitrines mentiras animais.
E nós e as ruas uma vez mais...